Zeca Viana: “Governo só ataca e xinga, mas não refuta dados de Mendes”

O presidente do PDT em Mato Grosso, deputado Zeca Viana, criticou a declaração dada pelo secretário chefe da Casa Civil, Ciro Rodolpho, que classificou o pré-candidato do grupo ao Governo do Estado, Mauro Mendes, como “desonesto”. O ataque de Ciro ocorreu após Mauro Mendes afirmar que o déficit do Estado na gestão Pedro Taques (PSDB) subiu de R$ 912 milhões, em 2015, para R$ 3,6 bilhões no balancete de janeiro a junho deste ano. Para demonstrar o déficit, Mendes apresentou uma planilha oficial da própria Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), que comprova o rombo nas contas públicas. “Não sabemos quem mente mais, se o governador Pedro Taques ou os dados da Sefaz”, lembra o deputado Zeca Viana. Já Ciro, sem mostrar qualquer dado, disse em um programa de televisão que o déficit não passa de R$ 500 milhões e que o pré-candidato mente e não conhece nada do Estado. “Contra fatos não há argumentos. Contra dados não há argumentos. Seguindo o exemplo do governador, o secretário agora também passa a fazer ataques, xingar os adversários, baixar o nível da discussão. Deveria se preocupar em apresentar à população dados que comprovem que o Estado não está quebrado. Como sabe que o rombo é verdadeiro, tenta desviar o foco com conversa fiada”, criticou. Zeca Viana mencionou que, no dia 6 de fevereiro deste ano, o próprio governador e o secretário de Fazenda, Rogério Gallo, afirmaram que o rombo no Estado já superava os R$ 3 bilhões. As declarações foram dadas em audiência pública na Assembleia Legislativa de Mato Grosso, quando o governador Pedro Taques apresentou a proposta para a criação...

Zeca vê Taques “desesperado e pequeno” e revela negociata do governador na eleição de Maluf na ALMT

O deputado Zeca Viana (PDT-MT) afirmou que a provocação do governador Pedro Taques (PSDB) sobre cargos que o pedetista queria no governo mostra que o tucano está pressionado pela tensão pré-eleitoral e está “desesperado, pequeno” e “fala umas besteiras”. O deputado revelou que na verdade o governador é que fez “falcatruas” para a escolha de Guilherme Maluf para a Presidência da Assembleia Legislativa em 2015. A mídia publicou nos últimos dias que o deputado Zeca Viana teria indicado 60 cargos no governo no início de 2015, antes da eleição de Maluf, e tentou “mandar no governo”. O deputado defendeu na época para a Imprensa e na tribuna a negociata que o governo fez, ao trazer para a composição da Mesa Diretora na chapa em formação de Maluf, os deputados Baiano Filho (PSDB) e Pedro Satélite (PSD) em troca de cargos no Estado. “Ele vendeu a Presidência da Mesa, a troco de cargo, para o Baiano Filho lá no Araguaia. Eu sei porque o Baiano me falou”, afirmou sobre o fato. “O Baiano pediu 42 cargos para ele e eles fizeram aquelas falcatruas da Presidência da Mesa. Já tinha acertado a Presidência para o Guilherme Maluf. Sem aquela lambança que ele e o Paulo Taques fizeram com a Mesa, com outros deputados”, argumentou. No processo de articulação da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa em 2015, o Palácio Paiaguás articulou para que dois deputados que não se elegeram na coligação de Taques em 2014, Baiano e Satélite, fossem para a composição. O deputado também duvidou do equilíbrio emocional do governador e qualifica-o como descontrolado. Para quem, Taques tem feito atuação mais...

Projeto de lei busca incentivar prática de exercícios físicos entre idosos de MT

Buscando incentivar a prática de exercícios físicos entre os mato-grossenses da melhor idade, o deputado estadual Zeca Viana (PDT-MT) apresentou nesta terça-feira (13.03) projeto de lei para instituir o Dia Estadual da Dança Sênior, a ser comemorado no dia 22 de junho. Conforme o deputado, a ideia é estimular a prática da dança sênior em Mato Grosso e reconhecer as ações da Instituição Bethesda na melhora dia qualidade de vida dos idosos. “A dança sênior realmente traz muitos benefícios para a terceira idade, que são pessoas que passaram por tantas dificuldades na sua vida e trouxeram tantos frutos para esse estado, que acho mais que justo esse reconhecimento”, argumentou Zeca. A dança sênior foi criada em 1974 pela alemã IlseTutt, como uma forma de estimular a prática de exercícios entre os idosos e proporcionar melhorias tanto na saúde quanto na qualidade de vida, desenvolvendo a autoestima e o convívio social. É uma atividade muito diversificada, podendo ser explorada de diversas maneiras, e até mesmo idosos com limitações físicas podem participar. Em Mato Grosso, a dança sênior já é praticada nos municípios de Cuiabá, Várzea Grande, Santo Antônio de Leverger, Jaciara, Rondonópolis, Campo Verde, Chapada dos Guimarães, Pontes e Lacerda, Vila Bela, Querência, Campo Novo dos Parecis, Sapezal, Sinop, Alta Floresta, Canarana e Nova...

PDT lança Zeca Viana como pré-candidato ao governo de Mato Grosso

O diretório estadual do Partido Democrático Trabalhista em Mato Grosso (PDT-MT) decidiu, por unanimidade, lançar o deputado estadual Zeca Viana como pré-candidato ao governo do Estado. Prefeitos, vereadores e lideranças pedetistas de todas as regiões de Mato Grosso estiveram presentes na 1ª reunião ordinária do diretório estadual em 2018. “Eu me sinto honrado com o prestígio que os meu partido me deu com a indicação unânime do meu nome como pré-candidato ao governo e eu, como um soldado do partido, aceito com bom grado essa missão que me foi dada”, disse Zeca. Secretária-geral do PDT-MT, a advogada Renata Viana destacou o caráter democrático da decisão da sigla, bem como o papel das novas lideranças políticas na construção de um projeto de desenvolvimento de Mato Grosso. “Diferente de alguns outros partidos, o PDT dá voz e vez aos seus filiados. Este foi um momento valioso para ouvirmos os anseios dos ‘Brizolistas’ do Araguaia, do Nortão, da Baixada Cuiabana e de todas as regiões de Mato Grosso, para avaliarmos o cenário de cada região e traçarmos metas sólidas e realistas para as eleições que se aproximam”, destacou Renata. O partido pretende investir nas lideranças locais durante o pleito deste ano, abrindo espaço para que os diretórios regionais apontem seus representantes nas disputas proporcionais, o que leva à melhor representatividade dos desejos e anseios dos eleitores caso seus candidatos sejam eleitos. “Ora, não ajuda nada para o cidadão elegermos uma pessoa de Cuiabá com votos do Araguaia. Quem sabe dos problemas que os cidadãos do Araguaia estão enfrentando são eles mesmos, que vivem lá e vivenciam essa realidade”, explicou Renata. “Além disso,...

Zeca cobra esclarecimentos do governo sobre previdência dos servidores

O deputado estadual Zeca Viana (PDT-MT) cobrou do governo do Estado mais transparência na divulgação dos dados referentes à previdência dos servidores públicos estaduais, por meio de um requerimento apresentado na sessão ordinária desta terça-feira (20.02). “O governo costuma publicar a Dívida Consolidada Líquida Previdenciária nos relatórios de gestão fiscal, mas o último relatório publicado no Diário Oficial não trouxe o valor atualizado dessa dívida”, disse Zeca. Durante discurso de abertura dos trabalhos legislativos de 2018, o governador Pedro Taques (PSDB) afirmou que havia intenção em aumentar a alíquota da previdência dos servidores públicos estaduais, dos atuais 11% para 14%. “Precisamos aumentar a alíquota, caso contrário o déficit será de R$ 800 milhões ao ano, isso é impagável”, enfatizou o governador. Para Viana, antes de se falar em aumento na contribuição previdenciária, é necessário que haja mais transparência na gestão dos recursos públicos. “O governador veio aqui e falou em um aumento na contribuição previdenciária dos servidores públicos, mas na hora de publicar o relatório de gestão fiscal do último quadrimestre não divulgou qual é o valor dessa dívida previdenciária, diferente do que fez nos últimos anos. Então, queremos que haja mais transparência nesse processo”, disse...

Zeca cobra explicações do governador sobre atraso em repasse para hospitais

O deputado estadual Zeca Viana (PDT-MT) apresentou nesta terça-feira (16.01) um requerimento para que o governador Pedro Taques (PSDB) e o secretário Luiz Antônio Soares expliquem o montante devido aos hospitais filantrópicos de Mato Grosso, que sofrem com o atraso nos repasses do governo estadual. “A gente sabe que estamos diante de um governo que até hoje não cumpriu uma vírgula sequer, nem das promessas do mandato nem da campanha. Se ele não honrar com a Saúde nesse restante de mandato, ele [o governador] vai ter um calo muito grande, que serei eu no pé dele, porque eu acho que um homem tem que honrar seus compromissos. Falou, tem que ser cumprido”, disse Zeca. Atualmente os filantrópicos são responsáveis por 85% dos atendimentos aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) em Mato Grosso, mas algumas unidades de saúde apontam atrasos de até nove meses nos repasses do governo estadual. A Santa Casa de Cuiabá, por exemplo, diz não receber repasses do Estado desde março de 2017, e também não recebe o aporte às Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) do SUS desde outubro. Segundo informações do jornal ‘A Gazeta’, somente a dívida da Santa Casa já soma R$ 8,9 milhões. Frente ao atraso do estado, os funcionários dos hospitais filantrópicos de Cuiabá deflagraram greve nesta segunda-feira (15), paralisando o atendimento nas UTIs do SUS. “Ora, o que esse governo está fazendo é um absurdo, está jogando com a vidas de milhares de mato-grossenses que necessitam de atendimento médico. Isso é inadmissível”, revoltou-se Zeca. Os atrasos de repasses também atingem os hospitais filantrópicos do interior do Estado. A Santa Casa...